segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Entrevista Por Fora do Gramado IV

Para fechar o ano 2010 de sucesso com chave de ouro, o POR FORA DO GRAMADO traz um convidado ilustre para a série de entrevistas com blogueiros de todos os cantos do Brasil: JoãoRoberto, quer dizer, Zé Fogareiro (@zefogareiro).




Publicitário, botafoguense de coração e blogueiro do 'Blog do Torcedor - Botafogo' do site Globoesporte.com, Zé, como gosta de ser chamado e chamar, abre o jogo sobre jogadores polêmicos e suas expectativas para o ano que se aproxima.

Espero que gostem:


PFDG: Vamos começar falando sobre você. Fale sobre sua personalidade, interesses e experiências dentro da área de jornalismo ou esporte.

Sou redator publicitário por formação e Botafoguense de sangue e batismo. Um privilegiado que conseguiu unir duas de suas maiores paixões: escrever e o Botafogo. Minha experiência na área de esporte se resume em uma única palavra: ARQUIBANCADA. São anos e mais anos acompanhando a Estrela Solitária onde ela estiver. Incansavelmente. Com uma visão sempre dos patamares de concreto, onde a cultura é muito mais popular e emocionante. Nessas andanças, acumulei alegrias, tristezas e, principalmente, histórias. Costumo dizer que eu não entendo de futebol, entendo mesmo é de Botafogo de Futebol e Regatas.

PFDG: Procurando seu e-mail na rede, notei que seu apelido não tem muita relação com o seu nome. Por que o apelido 'Zé Fogareiro?'

Zé Fogareiro foi pura intuição. Nada de superstição ou alguma passagem que o explique. “Zé” por conta do meu pai – José – principal responsável por minha herança genética Alvinegra. E “Fogareiro” para lembrar sempre o grande motivo que faz os nossos corações acelerarem – o Fogão. Desde que fui convocado para ser a voz da torcida Botafoguense na internet, resolvi criar uma marca. Quem é João Roberto? Mais um nome na multidão. Agora, Zé Fogareiro eu te garanto que só tem um. E ele é Botafogo acima de tudo.

PFDG: Com a confirmação da permanência do Papai Joel para 2011, o Botafogo começa a traçar a próxima temporada. Quais são suas expectativas para o próximo ano e o que o alvinegro tem que fazer para melhorar o rendimento dentro das quatro linhas?

Tenha certeza de uma coisa, Zé: para o Botafoguense, as esperanças são sempre positivas e vencedoras. Você nunca verá um Alvinegro, de essência, cabisbaixo e sem acreditar no time. Isso é para os fracos. O Botafogo está numa crescente muito boa e 2011 marcará ainda mais a nossa volta definitiva às manchetes de “Campeão” no futebol brasileiro. Joel será apenas uma das peças da engrenagem. Agora, as laterais, há anos, são os problemas mais crônicos do nosso time. O Natalino tem que resolver isso. Acredito que 2011 será nosso!

PFDG: O que é essencial em um blog? De maneira geral, os blogs atendem essa necessidade?

Não me considero o “Doutor Blog”. Longe disso. Nem sei se sou capacitado para dar dicas e/ou avaliar o trabalho dos outros. Sou apenas um profissional esforçado, que trabalha com um ingrediente primordial em qualquer atividade, chamado PAIXÃO. E talvez seja esse o segredo por ter conseguido construir o maior fórum de torcedores do Botafogo na rede mundial. Não existe uma fórmula para criar ou fazer um Blog. Você só precisa da tríade das “Ências” que me preocupo diariamente: coerência, pertinência e paciência. Ah! Isso tudo sem esquecer da sinceridade. Jogar limpo é o primeiro passo para conquistar o internauta.

PFDG: Como conheceu o blog 'POR FORA DO GRAMADO'? E, se lembrar, como me conheceu?

Conheci através do seu contato e gostei do que vi. Conte sempre comigo.

PFDG: O seu sentimento incontestável e inacabável pelo Botafogo é culpa de alguém ou algum coisa?

A culpa é toda do meu DNA – Dom Natural Alvinegro. Essa virtude vem do berço.

PFDG: Fato comum no futebol carioca, a falta de estrutura é algo que, a princípio, não deveria existir em clubes de expressão como os 4 grandes cariocas. Você acredita que esse problema se reflita no desempenho nos campos? Como poderia ser resolvido?

É, Zé, mas o Botafogo é um Clube que está na contramão desta tendência pejorativa, aqui no Rio. Hoje temos boas instalações de concentração, treino e musculação; que podem não ser as ideais, mas são infinitamente melhores e mais aconchegantes do que qualquer Hotel da Zona Sul (opção que os outros Clubes são obrigados a fazer). Além disso, temos uma casa que trata-se apenas do estádio mais moderno da América Latina. Principal estádio do Rio pelos próximos 3 anos. Definitivamente, nesse assunto e em muitos outros, aqui no Rio de Janeiro, o Fogão é soberano.

PFDG: Após se envolver em várias confusões durante o ano, o atacante Jóbson é um assunto muito comentado no Botafogo devido sua permanência, ou não, para o ano de 2011. Você é a favor da permanência do atleta no clube? Como resolver os problemas extra-campo tão comuns entre os jogadores?

Esse caso é bastante complicado. O Jóbson, acima de qualquer coisa, não quer ser ajudado. É triste ver um cara se jogando fora desta maneira. Não bastasse todo o risco de ser banido do esporte, como ele correu há pouco tempo atrás, o rapaz insiste em não levar uma vida de atleta. E o Botafogo tentou o salvar mais do que a própria família. Terapeutas, acompanhamento médico, trabalhos sociais, investimento pesado... O que você pensar o Clube disponibilizou para soerguer o garoto. Nisso, temos que aplaudir o Maurício e sua equipe. Mas o Jóbson insiste em se destruir. Por mim, todas as chances possíveis foram dadas. Ele não pode desagregar um grupo como fez esse ano. É hora de mudar de ares e impor um rumo pra sua vida. Quer bagunça? Vá pra lá. Quer ajudar os que dependem dele? Esqueça a bagunça. O Botafogo já tem seus problemas para ter que ficar mimando irresponsável. Fizemos muito por ele e o mesmo não nos devolveu nada. Por mim, ele junta os paninhos de bunda e vai fazer pirraça em outro canto. E uma coisa é inegável: ele é bom de bola. Mas ainda não conquistou rigorosamente NADA no futebol, para se achar essa super estrela toda.

PFDG: Quais as suas expectativas para a Copa do Mundo, em 2014, e para as Olimpíadas, em 2016? O que precisa ser feito para que os eventos ocorram com suceso no Brasil?

Acho que estes eventos serão um choque extremamente positivo para a sociedade. Na violência, inclusive, já começamos a ver alguns resultados. Espero do fundo do coração, que a grande preocupação dos governantes seja o legado. O evento passará, mas a cidade e suas mazelas continuarão carecendo de soluções. Temos que aproveitar os holofotes para matar os problemas na raiz, para que não frutifiquem depois. Arrebentaremos na organização dos dois e nos consolidaremos como grande potência mundial. Sou Botafoguense, esqueceu? Olho a coisa sempre com a interpretação do “vai melhorar”.

PFDG: Vamos lá, um jogo rápido:

a) Um time: Você tem certeza que quer que eu responda essa? Releia a entrevista toda já... rsrsrsrs

b) Um ídolo: Nilton dos Santos, um mito que se confunde com a própria grandeza do BFR. Alma branca e técnica preta, absoluta. Esse cara não tem CPF, tem CNPJ. Uma Instituição em forma de gente. Orgulho puro.

c) Um estádio: Caio Martins – Lá eu joguei. Lá eu me formei torcedor. Lá eu perpetuei o Botafogo nas minhas veias. Eterno Caldeirão!

d) Um título: O Carioca de 1989. Sem dúvidas. Uma taça que dispensa comentários, não lágrimas.

e) Um jogo inesquecível: É fácil listar um jogo de título, uma final de campeonato. Esses, nós nunca esquecemos. Mas tem um jogo que eu me orgulho muito por ter estado lá. Foi a primeira partida do Túlio Maravilha com a camisa do Botafogo, em janeiro de 1994. Fogão 6 X 0 américa. O Maravilha fez três e ali nasceu, na frente dos olhos de todos os presentes, o maior ídolo dos tempos modernos Botafoguense. Prazer e privilégio!

PFDG: Obrigado, Zé!

ZF: Abraços.


Abração,

Luís Felipe Barreiros - @luisfbarreiros

20 comentários:

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Uma figura esse cara. é o típico botafoguense...rsrs

Saudações!!!

Central do Pitaco disse...

Parabéns pela entrevista, muito boa mesmo!

São blogs como esse que você percebe a dimensão do que estamos fazendo.

Abs,

Central do Pitaco

TEKA disse...

Sem dúvida, esse é um dos maiores representantes do nosso BOTAFOGO !

Wilson Hebert disse...

Muito boa a entrevista.

É sempre interessante ver os colunistas que escrevem pra uma massa num papo "mais informal".

Abração, Luis!
Belo trabalho

Gabriel Tramarin disse...

Mesmo falando mais como torcedor do que blogueiro não falou nenhuma mentira do Botafogo...

Abração e parabéns pela entrevista.

http://futebronca.blogspot.com/

Anônimo disse...

Parabens Zé.
Admiro muito seu trabalho.
Só espero que na medida do possível, você dê mais atenção e algumas réplicas em relação aos comentários colocados depois de que cada post no seu blog.
Sinto falta disso. Tenho certeza que você os lê, mais gostaria de ver mais suas opiniões.
Abraços,
Daniel Serra

Cesar Oliveira disse...

Esta foto do João, manjadérrima, que ilustra o bem frequentado blog dele no GloboEsporte.Com, é mais velha que o Zagallo. Aí, ele tinha uns dez anos e uns trinta quilos a menos. Te manca, Zé!

Luís Felipe Barreiros disse...

FuteBRONCA
Sim, sim. Gente boa demais.

Central do Pitaco
Muito obrigado. E, sem dúvidas, é nessa hora que percebemos mesmo.

TEKA
A voz do povo é a voz de Deus...

Luís Felipe Barreiros disse...

Wilson
Sim! Temos que lembrar que eles são pessoas normais como nós ahhaaha.

Gabriel Tramarin
Não mesmo. E obrigado!

Anônimo
Recado dado.

Luís Felipe Barreiros disse...

Cesar Oliveira
Hahahaha, tem que falar com ele!

Saulo disse...

Muito bom!!!!!!!!!!!

Net Esportes disse...

he he he !!!! nem precisa perguntar o time ...... !!!!!!!!!

PS. a divulgação do livro ta devagar, até agora ainda nem recebi a minha cópia pra ver como ficou ... !!!!!!!!!!!!

Kaique Pedaes disse...

Olá, tudo bem? Não quero falar muito. Sou do blog www.net-esportes.blogspot.com e

ele vai abrir as inscrições para o Bolão da Libertadores de 2011. Se você quiser

participar, segue o link:

http://net-esportes.blogspot.com/2010/12/bolao-da-libertadores-2011.html. E se

você quiser fazer parceria conosco, caso ainda não seja nosso parceiro, deixa um

recado lá também. NOTA: Estamos procurando colunistas. Você aceita colaborar

conosco? (obs. e-mail: kaique.pedaes@r7.com; deixa um recado no blog tbm).Abraço!

Gabriel Campi disse...

Figuraça este cara, hein, um típico botafoguense mesmo. Parabéns, Luís, ótima e bem humorada estrevista.

Abraços!

www.blogfutebolnaveia.blogspot.com

Manuel Oliveira disse...

Parabéns Luís Felipe por teres conseguido uma entrevista de alguém importante no meio blogueiro.
O teu blogue está subindo, continua esse caminho.

Abraço.

Admsports disse...

Olá amigo,
muito boa a entrevista, descontraída, dinâmica e sincera... o que ele fala sobre o Jobson é exatamente o que sempre pensei.
Meus parabéns

grande abrasss

http://www.admsports.blogspot.com
@admsport

Carlos Danziato Junior disse...

Luis, parabéns pelo sucesso da entrevista e é muito legal ler depoimentos de pessoas que já são bem vividas no futebol e contam história que ficam na memória.

Abraços

www.maniacosdofutebol.blogspot.com

www.futebolrio-sp.blogspot.com

Opinião do Carvalho disse...

Parabéns pela entrevista, bem legal mesmo!

Hoje à noite, tem entrevista exclusiva com Gilberto, meia do Cruzeiro e da seleção no "Opinião do Carvalho".
Dê um clique e assiste!

http://opiniaodocarvalho.blogspot.com/

Opinião do Carvalho disse...

assistA!

Jean Francisco disse...

Muito interessante, principalmente no aspecto das estruturas dos times!
Valeu
Abs.
Jean

Seguidores